por Wilian Delatorre

Wilian Delatorre > Agência de Turismo
Passagens Aéreas > Passagens Aéreas com Milhas>
Hotéis > Seguros > Locação de carro

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Erros e acertos para voar com milhas numa volta ao mundo ou num simples trecho - Parte I

Olá pessoal! Lhes apresento Celso - um verdadeiro mestre de programas de milhagem e viagens. Esse artigo inicial será divido em 2 partes para uma melhor visualização. Apreciem!

As informações aqui postadas aplicam-se a um conjunto de fatores que encontramos neste momento. Tais condições podem mudar necessitando ajustes as novas condições.
A difusão do conhecimento e dos valores individuais a velocidade incrível propagados na net, sofrem influencia da percepção individual do autor. Manter-se imparcial nem sempre é tarefa fácil. O que mais encontramos são avaliações tendenciosas estimuladas por benefícios ínfimos obtidos pelos autores.
O objetivo deste post é guiar o leitor no caminho de escolher opções, que serão sempre individuais e ajustadas a si próprio.

1- Qual é o melhor programa de milhagem?
2- Qual é o melhor cartão para acumular milhas?
3- Para qual programa de fidelidade transfiro minhas milhas, para A, B ou C?

Pelo menos para todas estas perguntas você deve ter lido respostas variadas na net. Entretanto, desmistificar tudo isto será feito neste post.

Resposta as perguntas-
1-
Não existe O MELHOR. O programa que você escolheu após analisar seu perfil e na data da escolha será sempre o melhor. Vejamos três passageiros o A – viaja somente dentro da America do Sul como maior distancia, o B – somente no internacional em longa distancia e o C- no mundo inteiro.
O passageiro A teria no Fidelidade da TAM teoricamente apenas, maior vantagem.
O passageiro B não poderia optar pelo Fidelidade, pois a disponibilidade na Star nas regras do Fidelidade não dão opções vantajosas ao passageiro. Nesse caso, o SMILES seria teoricamente mais vantajoso.
O passageiro C necessita obrigatoriamente ser FF de uma empresa que faça parte de uma das 3 grandes alianças, pois só assim teria cobertura mundial, em várias rotas e opções. Para este último, os dois FF anteriores não servem.

2-
Não existe O MELHOR. O cartão que você escolheu após analisar seu perfil e na data da escolha será sempre o melhor. Vejamos três cartões A – Platinum BB SMILES/TAM, o B – Citibank Platinum e o C- Santander Platinum.
O cartão A seria bom para o Fidelidade/Smiles com a desvantagem que as milhas ganhas entram no ato na conta do FF e tem sua validade estipulada pelos programas.
O cartão B seria para passageiros que aceitam viajar nos velhos e sujos aviões da AA, com aquele atendimento extremamente grosseiro das comissárias dessa empresa decadente que os gestores tentam levantar. Se você não aceita isso esse cartão não tem utilidade.
O cartão C lhe permite debitar milhas no FF da TAP, permitindo seu acesso a Star Alliance. Porem tem acesso limitado a trechos no Brasil e America do Sul (piorando com a já anunciada saída da TAM da STAR indo para a ONE WORLD). Não serve aos dois FF anteriores (A e B).

Em outros sites há uma sucessão de afirmações descabidas indicando SEMPRE o melhor cartão.
Ledo engano. O melhor cartão implica numa relação entre o perfil dos gastos do cliente e os benefícios que o mesmo gera e nunca numa análise estanque dos beneficios que o cartão gera.

Vejamos três situações reais:

A-Cliente disposto a despesa mensal no cartão < US$ 1000 B-Cliente disposto a despesa mensal no cartão de US$ 2000 C- Cliente disposto a despesa mensal no cartão > US$ 5000

Para o cliente A um cartão TOP, INFINITE , BLACK ou AMERICAN EXPRESS PLATINUM CARD teria na anuidade valor semelhante ao que acumularia em milhas. Para estes cliente a anuidade do cartão pesará MUITO no custo do premio em milhas. Um cartão GOLD que gere beneficios seria mais adequado.
O cliente B poderia optar por um cartão VISA PLATINUM, MASTERCARD PLATINUM ou AMERICAN GOLD.
O cliente C teria grandes vantagens em utilizar um cartão TOP.


3- Transfira suas milhas para onde possa UTILIZA-LAS.
O prazo de validade, sua necessidade de uso, sua capacidade de ganhar/gerar, etc. são individuais e indicativos de onde transferir suas milhas. Se você viaja com freqüência ou tem disponibilidade de viajar a qualquer momento o prazo de validade da milhas não tem tanta importância, caso contrario será fator importante na decisão. Se compra muitos bilhetes, prazo de validade também não parece ter importância. Se sua capacidade de gerar/ganhar milhas for pequena um FF com milhas valendo por longos períodos lhe seria mais apropriado.

Diante disso, não há como definir uma tática? Claro que não!
O segredo se resume a duas palavras CONHECER o produto e PLANEJAR seu objetivo.

Vejamos então as táticas:

O melhor programa de milhagem para você.
a- Se você viaja exclusivamente em rotas nacionais de curta distancia, parece que no conjunto o programa SMILES seja o melhor, pela disponibilidade, rotas e em tese não haver necessidade imperiosa de entretenimento e conforto superior.

b- Se você viaja muito ou exclusivamente em rotas nacionais de longa distancia ou dentro da America do Sul, parece que no conjunto o programa FIDELIDADE seja o melhor, pois em tese haveria necessidade de entretenimento e conforto superior.

c- Se você viaja muito ou exclusivamente em rotas internacionais de longa distancia fora da America do Sul, parece que no conjunto para os brasileiros o programa TAP seja o melhor, pois em tese haveria necessidade de entretenimento e conforto superior, você tem acesso a rede Star Alliance, com disponibilidade farta inclusive em FIRST CLASS, com uma gama de companhias superiores, incluindo LH, SINGAPORE, THAI, TURKISH, SWISS, AIR CANADA...... inclui o HAVAI – Honolulu na mesma região da America do Norte (vantagem nítida ao passageiro nessa rota), entretanto penaliza muito viagens na America do Sul com prêmios muito mais alto que na situação a e b. A grande barbada é o bilhete todo em FIRST da America do Norte ou America Central a Austrália por 200.000 milhas ou 130.000 em executiva.

d- Os demais programas possiveis aos brasileiros:
AAdvantage> Implica em ter cartão no Citibank ou Diners ou até compra de milhas. O que é um certo limitador e dependendo de onde mora no Brasil torna-se inviável sua utilização em todo o trecho. A compra de milhas é limitada anualmente e nos últimos tempos nada de excepcional nos seus valores. American Airlines é empresa de segunda categoria na higiene, no atendimento e na qualidade do produto. Aviões velhos, sujos e comissariado grosseiro, muito grosseiro é o padrão. O produto de FIRST CLASS tem somente preço, mas na qualidade perde de muito serviço de executiva de suas concorrentes. O programa fornece acesso a emissão na ONE WORLD, tendo na BRITISH, CATHAY, seus expoentes. Entretanto, BRITISH em vôo partindo ou chegado a LONDRES tem taxas tão altas que inviabilizam emissão com milhas em econômica, em qualquer rota. Para a Cathay, o HUB Hong Kong, com seu espetacular aeroporto é saída eficiente.
LanPass > segue a mesma consideração do programa AA, com a vantagem teórica de possuir possibilidade de transferência do programa Super Bônus do Santander. Na pratica, baixíssima disponibilidade em datas, rotas e classes e emitir um bilhete é um parto de trigêmeos! Vôos via Santiago ou Lima aumentam de pouco a muito o tempo total do trajeto em muitos casos.
Aeroméxico ou Delta Skymiles> permite acesso para emissão na aliança Skyteam tendo como expoente a AF-KLM, com a vantagem teórica de possuir possibilidade de transferência do programa Super Bônus do Santander, dependendo de onde mora no Brasil torna-se inviável sua utilização em todo o trecho.

LIFEMILES – Um bom programa com tabela de prêmios interessante, excelente disponibilidade, compra de milhas com muita promoção 2X1 a preço muito vantajoso. Permite acesso para emissão na Star Alliance. Terá grande incremento com a entrada da Avianca Brasil na Star Alliance em breve, entretanto dependendo de onde mora no Brasil torna-se inviável sua utilização em todo o trecho, por enquanto. O atendimento pos emissão ao passageiro é PÉSSIMO! Fique atento, inclusive a curta validade das milhas- 24 meses. American Express permite transferência.
DIVIDEND MILES – US AIRWAYS- Um bom programa com tabela de prêmios interessante, excelente disponibilidade, compra de milhas com muita promoção 2X1 a preço imbatível EM GRANDES QUANTIDADES. Permite acesso para emissão na Star Alliance, entretanto dependendo de onde mora no Brasil torna-se inviável sua utilização em todo o trecho, por enquanto. Fique atento, inclusive a curta validade das milhas- 18 meses. Programa para entendidos investirem e viajarem muito mais barato, mas viajar em vôo da US AIRWAYS É HORRÍVEL!

Todos os demais programas não servem aos brasileiros por estarem enquadrados num dos seguintes limitadores.
a- não residem em cidades onde partem os vôos do programa, penalizando-o com emissão de trecho adicional em outro programa.
b- não há como gerar/ganhar milhas para emitir bilhete no período de validade, pois não temos como transferir para o programa ou não acumulamos o suficiente.
c- As disponibilidades nas rotas pretendidas, nos períodos do ano que podemos viajar, ou nas classes estão sempre INDISPONIVEIS
d- Taxas adicionadas a emissão com milhas são tão altas que ao comprar o bilhete promocional em econômica sai quase o mesmo valor. Interessante apenas para emissão em classes superiores (BRITISH AIRWAYS).

Continua...