por Wilian Delatorre

Wilian Delatorre > Agência de Turismo
Passagens Aéreas > Passagens Aéreas com Milhas>
Hotéis > Seguros > Locação de carro

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Volta ao mundo com milhas - Relatos do que aconteceu - por Celso - Parte III

Pessoal, a parte III do relato do Celso.
O que de fato aconteceu nas viagens. Aproveitem!


Réveillon Sydney

Como os bilhetes foram emitidos com muita antecedência monitorava com frequência mensal todos os contratempos que poderiam ocorrer numa viagem desta magnitude. Para você que aprecia viagem, Sydney é um destino nobre e a cidade que tem 4 milhões de habitantes recebe na semana do Natal-Reveilon mais de 2 milhões de turistas. Imaginem os preços nessa época. No mês de junho os hotéis já estão se esgotando e não há nada razoável a partir de agosto. Os hotéis impõem para hospedagem nessa época algumas condições como locação por no mínimo 4 ou 5 diárias e hotéis com vista à baia de Sydney, nesta época do ano, tem diárias SEMPRE acima de AUS 500 (~USD=550) mesmo que extremamente modesto. Obviamente os hotéis superiores em apartamento superam em muito diárias a US 1000. No final de junho fechei toda minha estadia em Sydney, porém descobri que no máximo conseguiria valor razoável num 5* fazendo check out no dia 30 de dezembro. Dormi por duas noites num 4* na periferia de Sydney há quase 50 km de downtown por diária, pasme, de US $ 290. Hotel bom, novo, de acesso por free way a downtown, mas muito, muito distante. Entretanto com isso economizei algo como uns US 3000. Se você pensa em luxo nessa época do ano em Sydney prepare o bolso e saiba que antecipar é o segredo! As reservas para ceia estavam disponíveis somente no inicio de novembro. Varias opções inclusive em navios. Custo sempre superior a US 300 por pessoa, nas mais simples.

Com o tempo passando, por volta de agosto já tinha todos os hotéis, carros, reservas feitos e confirmados. Meu cartão tem seguro em caso de cancelamento da viagem por doença, etc. de até US 3000 com reembolso integral, tenho 4 cartões que me cobriam eventual prejuízo de até US 12.000 o que cobriria toda despesa com no show em caso de cancelamento. Tínhamos seguro de assistência médica de US 250.000 para emergências.

Em outubro, sou contactado pela TAP e meu voo em classe executiva de Hong Kong ate Bancoque estava confirmado, mas meu voo de Bancoque para Sydney teve frequência cancelada. De tal forma que ficaria 28 horas em transito no aeroporto de BKK, o que configura Stop Over. Porem, isto não seria permitido, pois no meu retorno de Melbourne para Cingapura faria um stop em Bancoque. O bilhete TAP emitido para empresa Star Alliance só permite UM STOP ou na ida ou na volta. Proposta da TAP> 1- Cancelamos tudo e retornamos as milhas na sua conta, sem ônus, porém mantida a validade inicial das mesmas, ou 2- Cancelamos seu STOP na volta e faria o STOP na ida (não daria, pois tinha reserva não cancelável nas datas em Bancoque) e 3- Ficaria em transito 28 horas em Bancoque na ida, apenas, sem direito a STOP na volta. Fui surpreendido com esta notícia! Como precisava de tempo para decidir pedi ao Call Center da TAP em Lisboa que retornaria no dia seguinte. Eles aceitaram. Em nenhum momento fui áspero e mantive a calma mesmo no dia seguinte. Nessa noite meu sono foi conturbado. Fui então aos sites de disponibilidade e descobri que havia disponibilidade de emissão em First Class num voo saindo mais cedo de HKG que daria conexão com o voo ainda existente para Sydney só que agora também em First Class (Eu tinha a informação que na TAP uma vez emitido o bilhete não é mais possível trocar rota ou classe, somente datas). Liguei para TAP e eles mostraram-se inflexíveis. Diante disto, argumentei com a atendente que tinha seguido as regras do programa e o contratempo gerado pelo THAI e a aplicação inflexível das regras não me permitiria outra saída a não ser garantir judicialmente o cumprimento do contratado, o que causaria prejuízo a TAP e não era minha intenção. Solicito que exponha a seu supervisor que gostaria de uma decisão que vá de encontro ao que contratei e respeite o profissionalismo do programa TAP VICTORIA. Pronto, conquistei o atendente! Sr. Celso, meu supervisor entende que seu pleito é justo, porém o Sr. arcará com o aumento do premio em milhas no trecho, HKG-BKK-SYD, que será de 20.000 milhas por passageiro. (Não sabia a maravilha que me esperava!). Bilhetes reemitidos.

Lounge TAP Lisboa

Iniciando a viagem

Na véspera da decolagem, cancelei os bilhetes via Oriente Médio para HKG, pois não havia nenhuma possibilidade de neve na Europa. Decolamos de Guarulhos rumo a Lisboa, num A 332 (Trocaram a aeronave A342, como previa) cujas poltronas em classe executiva são lie flat e um pouco mais estreitas que as da AIR FRANCE. O Catering dos serviços de bordo da executiva da TAP em vários voos que fiz, intercontinentais, não compromete mas não surpreende. É o suficiente. Entretanto, merece destaque a aspereza dos comissários da TAP e do português em geral, com alguns mais gentis. A TAP é classificada como empresa Skytrax 3*. O Lounge do aeroporto de Lisboa é próprio, com aperitivos, quitutes e sobremesas deliciosos. Farto! Amplo, internet em Workstation. No Lounge merece destaque a maneira grosseira que as funcionárias tratam os passageiros e que apesar de ser o lounge mundial da TAP tem somente 3 banheiros sendo somente 1 para banho. Ridículo! Chegamos a Lisboa e cinco horas após decolaríamos para Paris e conectaríamos para HKG ambos os voos com a AIR FRANCE, sendo LIS-CDG em econômica e CDG-HKG em executiva.

Louvre - Paris


Para chegarmos a Paris, fomos fazer o check in no Aeroporto de Lisboa. Eu já sabia que em função do trecho LIS-CDG ser em classe econômica, neste trecho a bagagem máxima permitida seria de duas malas de 23 kg. e apesar do trecho seguinte ser em executiva onde seria isento ate duas malas de 32 kg. por passageiro, qualquer excesso seria tarifado (mas estava leve, pois no trecho seguinte ASIA-OCEANIA a bagagem total isenta permitida é de 40 kg. em First Class - voos de ida HKG-BKK-SYD- e somente 30 kg. em executiva – voo de volta MEL-BKK-SIN). Qual não foi minha surpresa quando duas portuguesas que trabalhavam no check in da AIR FRANCE decidiram criar caso e impedir o embarque de minhas malas de Mao. Primeiramente, alegaram excesso de peso de ambas. Retirei o excesso e distribui nas malas. Isto posto, alegaram que não permitiriam o embarque porque estavam fora da medida padrão. Argumentei que acabara de chegar em voo da TAP e que embarcaram normalmente. Nisso uma funcionária da AIR FRANCE disse que na TAP tudo é irregular. Foi a dica que precisava da encrenca! A fiz repetir a mesma frase. Ela repetiu! Chame seu supervisor, por favor. Aparece outra portuguesa arrogante dizendo que a bagagem estava fora das dimensões. Disse que chamaria a policia para que a funcionaria confirma-se que na TAP é tudo irregular. Nossa, rapidinho meu boarding pass estava em mãos. Voamos num A321 entre LIS-CDG com poltronas muito apertadas e com serviço extremamente módico. Um copo de refrigerante ou suco e um pacotinho de amendoim. Mais nada!

Chuveiros no Lounge da Air France

Chegamos a Paris e fomos direto para uma ducha, estávamos cansados. Aguardamos num dos vários Lounges de classe executiva (existe o lounge LA PREMIERE que não conheço) com imenso afluxo de passageiros e muito serviço. Sala muito boa, confortável com muitas opções – conheço umas 3 todas do mesmo padrão-. Produtos de banho Loccitane. Após umas 4 horas decolamos rumo a Hong Kong.

Hong Kong Transfer

Nossa primeira parada na Ásia seria em Hong Kong. Um espetacular, imenso, gigantesco e belo aeroporto o recebe. Free shopping com preços excepcionais e imensa quantidade de produtos. Com USD 5 você anda 1 hora de taxi, baratíssimos e todos Toyotas modelos antigos e muito sujos, muito mesmo! Voamos até lá no 77W da AIR FRANCE com tripulação preparada para servir e fartamente. Serviço de bar aberto durante todo o voo, Champagne Deutz, Haagen Dazs, Praline de laranja, chocolates belgas....muito bom. A poltrona reclina um pouco mais que a da TAP e é mais larga, porém lie flat também. O serviço é nitidamente superior ao da TAP. AIR FRANCE é empresa Skytrax 4 *.

Ruas de Hong Kong

Após 4 dias em Hong Kong o melhor estava por vir! Prepare-se! Fiquei hospedado no Grand Hyatt com lance no Priceline. Por US 150 dia, tive um excepcional atendimento. Quando meu bilhete na THAI sofreu upgrade no trecho HKG-BKK-SYD com dois segmentos em FIRST CLASS tive acesso e direito de escolher previamente minhas refeições pelo site. Para ambos os voos optamos por Lagosta a Thermidor. Bem cedo fizemos o transfer ao terminal do imenso aeroporto de HKG. Exigi do hotel um motorista que falasse inglês, pois a comunicação em Mandarin é impossível, mesmo por sinais! Chegamos no terminal que a Thai operava e mesmo o motorista nativo teve dificuldade em confirmar o terminal.
Agora, esqueça tudo que viu na internet sobre salas e comece a apreciar o que pode lhe esperar.

Iríamos embarcar num voo de 3.00h até BKK num 744. Ao chegarmos ao check in da Thai em First Class, uma funcionária fazia o check in e outra nos ciceroneava do que necessitávamos... De posse dos Boarding Pass fomos à sala. Para nossa surpresa, uma sala própria dividida em ala para Business onde os passageiros da First tem total acesso e ala da FIRST onde os outros não tem acesso. Fomos recebidos pelo staff que nos conduziu até a sala. O maitre nos esperava e informou que o serviço a La carte estava disponível e aguardava a qualquer momento, qualquer pedido que desejássemos. Como ainda era cedo fizemos um desjejum, e observávamos o nível das bebidas com wiskie Royal Salute, Champagnes francesas inclusive Veuve Clicquot rose, vinhos franceses da região de Bandol e Bordeaux, Porto Adriano Ramos Pinto – reserve, ou seja, muitas bebidas Premium. O menu era de um restaurante internacional sofisticado com várias opções de carne, peixe, crustáceos, massa, etc. Tínhamos acesso ao Buffet da classe executiva, onde o serviço não é a La carte, mais imensamente farto. Fui ao toalete da sala First e os produtos eram todos Hermes. Realmente fiquei chocado com a qualidade da sala. O embarque foi feito e havia acesso separado para os passageiros da FIRST entrarem a bordo e preencherem os 10 lugares. Agora se prepare.

Assento de Primeira Classe

Entramos no 744 e ocupamos dois assentos na aeronave. Antes da decolagem fui ao banheiro da aeronave e encontro orquídeas naturais no seu interior com Colônia Salvatore Ferragamo masculina e Givenchy para mulheres. Produtos Bvlgari de higiene. Serviço de Champagne Veuve Clicquot oferecido com canapés antes da decolagem. Decolamos e começa um impecável serviço com 3 comissários para servir os 8 passageiros do voo. Nos oferecem Dom Perignon Vintage 2000 e como prato principal a melhor Lagosta a Thermidor que comemos até hoje, precedida de farta oferta de caviar russo, etc, etc, e mais etc...
Veja neste vídeo um voo similar mas entre SYD e BKK que iniciando com 6 min e 30 seg há uma ideia do que ocorre no voo da THAI.

THAI FIRST CLASS

Thai First Class Eletric Car

Pousamos em Bancoque. Descemos num finger separado e para nossa surpresa duas funcionárias da Thai com nossos nomes impressos numa placa nos esperavam. A primeira para nos conduzir e a segunda para guiar o veiculo elétrico que nos levaria direto ao Lounge de First Class da Thai. Sentados nesse veículo elétrico cruzamos o imenso aeroporto até a sala First, onde permanecemos em trânsito.

Recepção da Sala First Class - BKK

O veiculo nos deixou na porta e fomos recebidos.

Funcionárias da Thai

Duas funcionárias nos aguardavam e permitiram as fotos.

Skytrax premio do Thai Lounge Royal First Class BKK

Eleita por leitores da revista Skytrax e pela revista como o melhor lounge de First Class do mundo, o premio é exibido no interior da sala.

Vista Geral da Sala

Com capacidade para mais de 130 passageiros simultâneos, eleito o melhor lounge do mundo em 2010, você esta diante de uma imensa sucessão de surpresas.

Thai Lounge Royal First Class BKK – Salgadinhos

Logo que chegamos uma funcionária de Thai se apresenta e ficará a nossa disposição todo o tempo que permanecermos na sala atendendo nossas solicitações. Canapés de entrada com um gigantesco bar foram visualizados. Tudo que puder imaginar de bebida desde Run Dominicano a Champagnes nobres você terá a sua disposição. Café Illy, Haazen Dazs.....

Amostra de Lanches

Aqui você vê amostra de lanches feitos de material sintético para que o passageiro entenda o que está pedindo, apesar de membros do staff terem fluência em vários idiomas. Feito o pedido logo após lhe será servido em Box exclusivo onde você repousa em cadeiras de massagem.

Amostra de Pratos

Aqui você vê amostra de pratos feitos de material sintético para que o passageiro entenda o que está pedindo. Feito o pedido, logo após lhe será servido no Dinner room. Há também um Tea room onde os melhores chás britânicos são oferecidos.

amostra de Sobremesas

Apresentação impecável.

Nossa sobremesa

O sabor era espetacular! Com suco de maçã natural.

Sala de Jantar

Não almoçamos no Lounge, pois no segundo voo outra Lagosta nos esperava.

Entrada do Spa

Logo ao entramos na sala a funcionária que nos “adota” pergunta a que horas queremos marcar nossa Massagem no Spa. Somente passageiros Thai têm direito ao uso do Spa – passageiros de outras companhias da Star Alliance mesmo em First Class não podem usar somente o Spa. O passageiro de First tem direito a massagem corpórea que escolher por 1 hora. Passageiros da Thai em Business Class tem direito há 30 min de massagem no pescoço.

Jacuzzi que utilizei no SPA

Trinta minutos antes do horário marcado você é chamado para utilizar sua Jacuzzi.

Spa utilizado

Foto da maca da sala que utilize. Escolhe-se entre os vários aromas o óleo a ser utilizado e durante 1 hora a mais revigorante massagem Tailandesa é feita.

Tag da mala

Chega a hora de deixarmos o aeroporto rumo a Sydney. Carro elétrico na porta do Lounge e lá vamos nos ocuparmos 2 dos 8 assentos da First Class do A346 da Thai rumo ao Kingford Smith.
Sem dúvida foi uma experiência que superou qualquer expectativa. Embarcamos no A346 num finger exclusivo e somos calorosamente recebidos pelo staff. Recebemos nécessaire Rumowa, a arte em nécessaire. http://www.formia.com/fas/itp_thai.php . No novo voo a Thai manteve o padrão do excepcional serviço do primeiro, porém o A346 apesar de ter também assento full flat nas mesmas dimensões do 744 não é tão amplo como na First do 744. Ganhamos pijamas e pantufas e fomos logo após o jantar dormir. Acordamos uns 5 minutos antes de iluminarem a cabine para um desjejum dos deuses. Em 2014, iremos repetir com ETIHAD e THAI. Chegamos a Kingford Smith.

Aquário de Sydney


O melhor aquário que conheci. Superior ao de Mônaco. Você passa por baixo de Tubarões.

Toyota Camry Hibrid

Pegamos nosso carro. Era o carro mais sofisticado na Hertz que permitia locar em Sydney e devolver em Melbourne, sem taxa de retorno. Econômico, mas por vários detalhes não gostei do carro.

Federation Square - Melbourne

Chegamos ao nosso ultimo destino de ida. Agora após 5 dias iniciamos nosso retorno com escala em BKK, SIN, CDG, LIS e voltando a querida SAMPA!

Continua....