por Wilian Delatorre

Wilian Delatorre > Agência de Turismo
Passagens Aéreas > Passagens Aéreas com Milhas>
Hotéis > Seguros > Locação de carro

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Las Vegas - por Celso

Pessoal, confiram a parte final desse relato sensacional.

LAS VEGAS- parte III- Final

Ficamos hospedados primeiramente por 4 noites no Wynn, o segundo melhor hotel da cidade segundo o Trip Advisor. Steve Wynn tem um complexo hoteleiro com duas torres, numa o hotel Wynn e noutra o Encore que externamente são idênticas, mas na decoração interior o Wynn é mais clássico, se é que podemos dizer isso. Minha reserva do apartamento mais básico do hotel incluía café da manhã, com diária de US$ 173, preço excepcional considerando-se o nível do hotel. Chegamos e no check in preparei o velho truque do uso de US$ 20 dentro do passaporte ostensivamente exibido e perguntei se tinha um upgrade de quarto free para mim.

Lobby do Wynn

Fomos brindados com uma suíte na Tower resort no 54 andar, cujas fotos são mostradas incluindo vista panorâmica da Strip com o campo de Golfe.

Vista do Wynn


Devidamente instalados formos conhecer melhor o Lobby, suas flores formando cavalos no carrossel e tantas outras ostentações da cidade do pecado.


Amanhece o dia e vamos ao café. Absolutamente nada supera o Wynn em quantidade em todos os hotéis que nos hospedamos no mundo. Com certeza não foi o mais saboroso, mas é delicioso e imensamente farto, que jamais alguém consegue saborear tudo mesmo ficando muitos dias. Algo inimaginável. A entrada com imensos arranjos florais já mostra a imponência do local ou os bolos artesanais na área de doces.



Você pode comprar sua Ferrari na loja do Lobby do Hotel, perto de um imenso balão de flores.......... lindo...............



Em Las Vegas nos divertimos que apesar dos exageros oferece espetacular rede de serviços a preços muito menores que nos demais centros americanos. Celine Dion atração fixa da cidade não estava se exibindo no Coliseu com seu show nas datas. Ficamos com a vontade, quem sabe um dia voltaremos. Mas era chegada hora de trocarmos de hotel para dormirmos uma última noite na cidade no Trump International, outro cinco estrelas. Antes vamos dar uma última apreciada na área de check out do maravilhoso Wynn resort tower que agora fica num local feliz da memória.

Checkout Area

Bem, atravessamos a Strip e fomos ao Trump International. Chegamos e somos triplamente surpreendidos. No hotel só há Valet parking cuja taxa já é incluída na Taxa resort Fee (inclui internet também, sendo obrigatória), não havia carregadores de malas e você tem que pegar suas malas levando-as do porta malas ao seu quarto. Se você aprecia prostitutas há farta entrada e saída com velhos ricos que vão a cidade participar de orgias também........ Ah, para terminar os hospedes mais ousados entram com travestis cheios de silicone para orgias sexuais ou quem sabe rezar nos apartamentos. Confesso que fiquei muito constrangido pela quantidade e frequência das duas situações. Na realidade, trata-se de um estabelecimento para prostituição 5*, onde sem nenhum pudor os hospedes entram para estimular a indústria do sexo, sob a fachada do nome hotel. Pedi um up grade de apartamento free, concedido de imediato, e também por coincidência fui para o 54 andar. A suíte era confortável, ampla, tendo fogão inclusive e cheiro de comida, pois provavelmente haviam derrubado comida no carpete da suíte. Esse hotel não nos deixou nenhuma saudade. Chegou o momento de pegarmos nosso carro e retornar pela monótona estrada a Los Angeles novamente.

Quarto do Trump International

Optei por sair bem, bem cedo, e mesmo num domingo no sentido LAS>LAX quando falam ser o transito infernal não peguei nenhum congestionamento e fomos almoçar no Sofitel LAX Beverly Hills onde fomos recebidos e de sobremesa um Creme Brulée delicioso em três versões. Aproveitamos Beverly Hills em muitos aspectos. Prepare o bolso e os olhos, pois a região é linda e cara, com inúmeras opções maravilhosas de tudo.


Sofitel LAX Beverly Hills

Agora estávamos no fim da viagem, voltamos ao LAX Airport e fomos noutro decepcionante lounge da United assim como o lounge no George Bush International Airport – IAH ( homenagem ao pai) em Houston de onde partiu nosso último voo para atingirmos Guarulhos.



Que Mundo Maravilhoso
Eu vejo as árvores verdes, rosas vermelhas também
Eu as vejo florescer para mim e você
E eu penso comigo, que mundo maravilhoso

Eu vejo os céus tão azuis e as nuvens tão brancas
O brilho abençoado do dia, e a escuridão sagrada da noite
E eu penso comigo, que mundo maravilhoso

As cores do arco-íris, tão bonitas no céu
Estão também nos rostos das pessoas que se vão
Vejo amigos apertando as mãos, dizendo: "como você vai?"
Eles realmente dizem: "eu te amo!"

Eu ouço bebês chorando, eu os vejo crescer
Eles aprenderão muito mais que eu jamais saberei
E eu penso comigo... que mundo maravilhoso

Sim, eu penso comigo... que mundo maravilhoso



E assim pousamos já com a vontade de chegar nosso reveillon em Bangkok, ou uma passadinha em Londres ou um tour em Abu Dhabi. Mas isso talvez possa relatar no futuro.
Abraço.