por Wilian Delatorre

Wilian Delatorre Personal Travel,
o seu agente pessoal de passagens com milhas e roteiros.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Explorando Portugal - por Celso

Pessoal! Mais excelente relato do Celso. Dessa vez a terra dos patrícios ! Portugal! Venham comigo!

Chegamos num final de tarde a Lisboa onde pegaríamos no aeroporto nosso carro na Europcar.


Era minha primeira experiência com a Europcar. Sempre tinha locado com a Hertz, mas vários procedimentos vinham me desagradando e decidi experimentar outra companhia. O atendimento foi rápido e cordial. Tinha o carro que reservei mas também me foi ofertado um Mercedes CLS 350 ao custo de € 220 adicionais ao dia, o que declinei. Saindo da loja fui ao edifício garagem pegar o carro no aeroporto Portela (LIS).


Essa perua Mercedes GLK 220, com 170 HP, foi confortável e supriu bem nossas necessidades. A perua diesel não era econômica, mas nada que comprometesse o orçamento da viagem, frente aos 2.500 km que andamos. O veículo tinha 6 meses de uso e alguns detalhes na pintura em vários locais que fiz constar no momento da entrega do veículo, para minha sorte, pois na devolução houve uma hiper, master, mega vistoria do veículo e não foi encontrada nenhuma avaria adicional!
Imediatamente após, iriamos dormir na cidade onde meu avô nasceu no norte de Portugal perto de Coimbra, do Porto..... Figueira da Foz é uma cidade litorânea, bonita, cujo acesso ocorre por uma de todas as excelentes estradas de Portugal, com centenas de portagens (pedágios). Os 180 km foram percorridos entre o final do dia e início da noite rapidamente. Em todos os trajetos de Portugal, nas estradas principais há áreas de conveniência com banheiros e raramente wi-fi. Os preços dos produtos nessas áreas são os mesmos das cidades, porém não encontrei em todos que visitei nada delicioso.


Chegamos no melhor hotel da cidade. Um *4 da rede Mercure. O hotel está bem surrado necessitando de reforma, entretanto o atendimento foi tão gentil, simpático e acolhedor que voltaria somente para rever essa gente tão amável. Figueira da Foz se destaca pela amabilidade de seu povo. Permaneci lá somente uma noite, mas carrego comigo a melhor impressão de cordialidade e receptividade possível. Fui no inverno e imagino que no verão os nativos recebem com o mesmo calor os turistas que lá vão. Remetido as lembranças da minha infância e das história que meu avô um imigrante gentil, doce que nunca pode voltar para rever sua pátria deliciei-me em conhecer Figueira da Foz e prestei homenagem a alguém especial na minha vida que guardo na memória com carinho e saudade.


Agora iriamos a Serra da Estrela degustar queijos e vinhos. Distante 180 km. no trajeto iríamos jantar no Restaurante Vallecula, antes do check in no hotel. O restaurante super recomendado fica em Guarda. Reserva confirmada pelo Visa Concierge. Chegamos antes do horário e fomos surpreendidos com o proprietário nos informando que estavam com problemas nos banheiros desde a véspera e não iriam abrir. Claro que não foi capaz de nos contactar para cancelar a reserva, muito menos pediu qualquer desculpa. Diante do ocorrido, rumei para o hotel e faríamos nosso jantar no hotel restaurante Alquimia, com boa avaliação no Trip Advisor.


Ficamos em Unhais da Serra no H2Otel e Spa. Um 4* superior com piscinas térmicas e parque aquático muito amplo com vista espetacular da Serra.


Banhos turcos de vários tipos, um Spa completo........ muito confortável.


O café era excelente. O único ponto era o custo acima da média para Portugal.
Aqui quero dar uma pausa e falar sobre essas aldeias do norte de Portugal na região da Serra da Estrela. A globalização afetou a oferta de emprego na região. Os homens jovens vao em busca de trabalho nos grandes centro ( Portugal vive crise) ou emigram. A população Portuguesa atinge 10 milhoes e há no momento 5 milhoes de emigrantes. De tal forma que só encontrávamos idosos por todo lado e os mais jovens não eram tão jovens. Não vi uma única criança (Portugal tem intenso envelhecimento da população e o governo bonifica a natalidade no momento ) muito menos cachorros ainda que abandonados nas ruas. Usando as tristes palavras de um nativo, após ter trabalhado anos não arrumo emprego e cá estamos a espera da morte pois viver aqui é muito mais barato que em Lisboa, por exemplo. A região é bonita com seus atrativos, mas o marasmo é triste de ver. Desde o momento que chegamos em Portugal até nossa saída não vimos uma gota de chuva e o clima era gostoso em Lisboa e na Serra da Estrela que chega a nevar nessa época uma blusa foi o suficiente. Inverno muito agradável em Portugal.
O dia amanhece e fomos ao Museu do Queijo em Peraboa, onde uma visita guiada muito interessante nos ensinou muita coisa sobre o Queijo da Serra da Estrela. Ao final degustação de Queijo e vinho. Passeio muito interessante.
Pedro Alvares Cabral nasceu em Belmonte e para lá fomos visitar o Museu dos Descobrimentos e em que pese a homenagem que prestam ao Brasil, até nossos dias, o museu é muito pobre. Não voltaria.


Tomamos rumo ao sul para visitar Fátima e a Basilica da Santissima Trindade. Novamente fomos surpreendidos com a Basilica parcialmente fechada para restaurações ( o que não é informado no site )

A direita encontramos a Capelinha das Apariçoes onde assistimos um missa e logo atrás acendemos velas e fizemos pedidos.
Mais 130 km. e enfim chegamos a Lisboa.


Sofitel Lisboa

Recebido com amenities começamos a explorar a capital. No próximo post contarei.