por Wilian Delatorre

Wilian Delatorre > Agência de Turismo
Passagens Aéreas > Passagens Aéreas com Milhas>
Hotéis > Seguros > Locação de carro

terça-feira, 7 de julho de 2015

Londres, Dubai, Abu Dhabi, Paris por Celso. Parte II

Continuando.....


A 380 da Qatar

Chegou a hora de experimentarmos o A 380 da QATAR em First Class até Doha. Após o check in fomos ao lounge La Première do T 1 do aeroporto Charles de Gaulle (cuidado não confundir com um lounge de mesmo nome da AIR FRANCE). Este lounge no T1 é horroroso! Os banheiros ficam do lado de fora e o catering é sofrível. A Qatar está construindo seu próprio lounge lá. Iniciamos e embarque e fomos ao andar superior do A 380 e ocupamos duas das 8 poltronas.

Drink de Boas-Vindas

Recebidos com champanhe Krug, com monitor full HD 23", entretenimento on demand, Full flat bed e catering on demand o A 380 super silencioso, decola rapidamente usando pouquíssima pista. O voo espetacular, sem nenhuma turbulência, termina com pouso eletrônico em Doha, ou seja, o avião pousa tocando levemente o solo, sem tranco ou interferência direta do piloto. Se ficou curioso veja no You Tube filme de voo do avião da Qatar.

A 380 Bar

O avião tem um imenso bar onde passageiros das classes superiores podem conversar, beber e petiscar se assim desejarem. O avião surpreende com banheiros de 6 m2. na First Class. Do caviar Ociestra ao Chocolate Valrhona e claro ao pedir uma sobremesa todas são da Ladurée. O voo até Doha foi uma sucessão de prazeres.

Lounge Al Mourjan

Chegamos a Doha e fomos ao lounge Al Mourjan nosso conhecido em viagem anterior e ele continua excepcional. Trata-se de um lounge de Class Executiva somente para passageiros da Qatar Airways (o lounge Al Safwa, exclusivo para passageiros de First Class da Qatar Airways ainda não está aberto). Este aeroporto, Hamad International Airport, custou 38 bilhões de reais, apto a receber atualmente 50 milhões de passageiros por ano, em 2016 na fase 2 comportara trafego de até 100 milhões de passageiros ano. O lounge Al Mourjan tem 10.000 m2. Caso tenha dúvida da veracidade desses números consulte no Google e os confirme. Um dos restaurantes do lounge tem serviço à la carte.

O lounge fornece serviços de qualidade em todas as áreas. Feita conexão, agora vamos de A 320 em First Class para Sharjah. Um voo curto rumo a um aeroporto no Emirado ao lado do Emirado de Dubai, que no total de 7 formam os UAE. Nosso carro foi entregue pela Hertz, num estacionamento escuro ao lado do aeroporto e fotografei com meu i phone o carro todo, inclusive o local de entrega que não permitia vistoria adequada do veículo para que não viessem a alegar dano ao veículo pré-existente.



Antes de embarcar tenha total conhecimento da lista de medicamentos com restrição absoluta para seu ingresso nos (UAE ) onde o porte de determinados medicamentos inclusive sem receitas em inglês podem lhe levar a prisão (cuidado mulheres que usam hormônios). Caso sua viagem prossiga a destino final onde o medicamento não exista, mas for permitido, isso deve estar atestado pelo seu médico em inglês. O uso de narcóticos é severamente controlado e nunca portar em quantidades excessivas mesmo que com receita médica em inglês. Isto está fartamente relatado na internet. Entretanto, entramos por Sharjah, um aeroporto internacional menor e exceto por foto de nossas Iris o ingresso foi totalmente tranquilo e nada nos foi perguntado.

Ficamos no Sofitel Dubai Jumeriah Beach um dos 3 Sofiteis de Dubai, junto a The Walk na Dubai Marina.

Vista do quarto do Sofitel Dubai

Esse 5 estrelas, tem atendimento excelente, tivemos up grade de quarto com vista da praia e acesso ao Club Milesime. O hotel não é tão novo e está bem conservado, mas algumas áreas já poderiam ter sido reformadas e seu real estado não é tão bonito como exibido na internet. The Walk é um calçadão cheio de lojas, restaurantes e muita diversão. A região é linda. A Marina é outro point de turismo de luxo. Aluguei um Lexus 460 na Hertz. O carro era bem novo, seu GPS foi o terror da viagem, inclusive não localizando muitos pontos de interesse. Apesar de ter levado meu GPS, por teimosia sofri com o do carro a viagem toda! Sempre levo mapa impresso dos locais mais importantes que tenho horário para chegar e quando necessário proava no GPS um ponto próximo. Alguns locais em Dubai nem o endereço da rua aparecia no GPS quanto mais o número. Fique atento. GPS do Lexus é on board, não é o Never Lost da Hertz. Mesmo o GPS Garmin com o mapa atualizado do Oriente Médio tinha imensa dificuldade em localizar e colocar previamente os endereços aonde iria. Resolvi isto proando sempre endereços próximos com a ajuda do Google Maps levando os mapas impressos para evitar a repetição de uma fenomenal desgraça que poderia ter ocorrido quando estava em Sidney – NSW no réveillon há anos atrás. Mapas off line no celular são muito úteis. Não confie totalmente e sempre no seu GPS. Eu discordo que pelo preço do taxi ser diminuto em Dubai não se deve alugar carro. Ter carro foi fundamental na viagem. Dubai é uma cidade plana cortada pela Rodovia Sheikh Zayed Road, com suas 14 pistas indo até o Emirado de Abu Dhabi.

Muitos pontos de Dubai não têm taxi e há locais sempre distantes. Tudo em Dubai é longe! Shopping pode estar a 25 km do seu hotel. Rodei muito e o custo do combustível foi desprezível e existem saliks (pedágios) ao custo de 5 dhs. cada. A sinalização nos Emirados sempre é feita em árabe e inglês no transito.

Chegando aos Emirados atente nos restaurantes sempre para pedir no garlic-no pepper, pois a pimenta e alho são usados em excesso. Dubai tem um Outlet Mall, o Dubai Outlet Mall que somente nas 2@ feiras dá desconto adicional de 50% somente para as mercadorias expostas do lado de fora das lojas. Trata-se de um Outlet com muitos produtos muito ruins e preços ainda assim caros para o brasileiro neste momento (1 USD= R$ 3,20). O discount book pago inclui apenas algumas lojas. Fica distante e não vale a pena.

Creek

Ir ao Creek, conhecendo o canal que divide o centro de Dubai. De um lado Bur Dubai e do outro Deira, onde a travessia nas abras, pequenas embarcações, partem da Bur Dubai Creek Station assim que lotam. Feita a travessia vá a pé ao Gold Souk onde há casas de câmbio com melhores cotações de Dubai. Tinha comigo Dólar americano, Euro, Dólar Canadense e Libra esterlina. Em todos os Emirados o câmbio para Dólar americano sempre tinha melhor cotação e para o Euro sempre era péssima a cotação. No mercado do Ouro as joias são vendidas por peso e pechinche! Comprei algumas joias para minha mulher e o preço final sempre foi ao redor de 65% do valor inicialmente proposto. O mercado do Ouro tem bom preço e comparado com São Paulo joias com design tem preço final de 1/3 do valor aproximadamente. Há muita coisa bonita e também brega. Ao lado vá ao Spice Souk onde são vendidos temperos, bugigangas, incluindo pachiminas. Nada nos interessou e os preços nos pareciam altos. O Dubai Mall, maior do mundo, tendo inclusive Galeries Lafayette, Bloomingdale’s, tem setor de luxo área denominada Fashion Avenue. No interior do mall há aquário com a maior tela de acrílico do mundo. Todos os preços praticados não eram convidativos para brasileiros. Junto ao Dubai Mall há o maior prédio do mundo, Burj Khalifa. Ir ao mirante no 124 ou no 142 andar de um total de 160 andares, depende de sua disposição financeira e a compra com antecedência pela internet reduz muito o custo do ingresso que ainda assim parece-me exorbitante. A entrada para a atração ocorre no piso LG do Mall, próximo à praça de alimentação. As dimensões do Dubai Mall podem lhe causar problemas. Para não parar seu carro muito longe procure pará-lo no P3 no estacionamento verde do Cinema. Com isso seu carro está perto da Torre, da Dubai Fontain, da Bloomingdales..... etc. Traga seu voucher e somente 30 min antes do horário marcado você poderá entrar na fila do detector para acesso ao elevador que é longe mas a fila para entrar no elevador é rápida. Após descer do observatório onde terá uma vasta visão do Emirado (procure o horário do pôr do sol para aprecia-lo), vá ao Show das Fontes de Dubai na área externa do mall. O tema do show varia e dura cerca de 5 min. Muito mais bonito que o do Bellagio de Las Vegas. Caso opte por jantar no Dubai Mall há inúmeras opções mas caras. Quero fazer uma pausa e lembrar ao leitor que todos os passeios de Dubai me deram a impressão de terem preço muito acima da média de outras cidades e passeio por volta do meio dia mesmo no inverno devem ser evitados. Na primavera nesse mês de abril, nesse horário temperaturas de 45 C com clima desértico ocorreram em alguns dias quando aferidas nas garagens cobertas de shoppings onde o carro ficou!

Continua.....