por Wilian Delatorre

Wilian Delatorre > Agência de Turismo
Passagens Aéreas > Passagens Aéreas com Milhas>
Hotéis > Seguros > Locação de carro

sexta-feira, 29 de junho de 2018

É pior a emenda que o soneto: a economia que não devemos fazer no planejamento de viagens.

O provérbio português “É pior a emenda que o soneto” se adequa muito bem no tema que abordarei nesse artigo.
Ao longo dos últimos 10 anos trabalhando com turismo e planejamento de viagens me deparei com situações em que queria muito economizar alguns trocados, mas na execução do plano percebi que não valia a pena diante do contexto. O principal erro que eu detecto é começar ou determinar o sucesso da viagem unicamente na escolha da passagem aérea. Existem turistas que por conta de R$ 100,00 trocam de cia. Aérea, aceitam uma conexão muito longa e até mesmo mudam o destino pretendido. Após fazer isso por muitas vezes percebi o conceito de qualidade das escolhas para uma viagem proveitosa. Qualidade começa no devido planejamento: estudar a atratividade do destino, preço médio das passagens, conhecer as leis locais, costumes, facilidades e desafios. Sendo assim elenco os requisitos para um bom planejamento de viagens e férias:

1) Estudo do destino: conhecer leis, situação política, costumes, custos de: transporte; alimentação; emergências médicas, etc.

2) Pesquisar preço médio de passagens aéreas ao longo do último ano. A ferramenta do Google Flghts é muito útil nesse sentido. Além do preço, recomendo ao turista que pesquise se existem voos diretos e conexões curtas que permitam que você e sua família cheguem o melhor possível ao destino. Conexões acima de 08 horas são muito cansativas e no somatório do tempo te fazem perder um dia de viagem, pois o desgaste físico é imenso. Resumindo: não escolha apenas por preço, escolha uma opção viável e que você chegue ao destino o menos cansado possível. Evite a todo custo emissões de passagens não casadas. Exemplo. Surge uma promoção Guarulhos x Roma por 2.500,00 reais, mas você mora em Joinville – Santa Catarina. Pesquise quanto custa o trecho completo: Joinville x Roma (com conexão em Guarulhos). Lembrando que a cia. Aérea que te vendeu o trecho internacional Guarulhos x Roma não possui responsabilidade alguma se você se atrasar. Emitindo tudo num bilhete só você está protegido. Pois o serviço contratado é para todo o trajeto. Ao fazer assim eles precisam te recolocar em outro voo em caso de atraso no voo local de Joinville a São Paulo e a franquia de bagagem é honrada em todos os trechos. (02 malas de 23 kgs).

3) Saber o que significa Classe Tarifária do Bilhete Aéreo: classe tarifária do bilhete aéreo diz respeito a que regras tarifárias aquele determinado bilhete enquadrou-se. Quando compramos em sites da Internet das cias. Aéreas e ou consolidadores como Decolar.com ou Submarino Viagens essa informação preciosa não é explicitada. É justamente a classe tarifária que irá determinar o custo de cancelamento ou remarcação da viagem assim como a pontuação em determinado programa de fidelidade. Quanto mais barata a passagem mais onerosas serão as taxas de cancelamento e remarcação. Existem classes tarifárias bem caras nominalmente, mas que permitem cancelamento ou remarcação sem custos, geralmente utilizados por executivos de grandes empresas que precisam e demandam flexibilidade de calendário. A vantagem da agência de turismo habilitada é essa! Você pode e deve exigir do Agente de Viagens qual é a regra tarifária do seu bilhete e anotar isso como um custo conhecido da viagem. Imprevistos acontecem e devemos estar cientes dos custos envolvidos.

4) Escolher a hotelaria / meios de hospedagem: um dos principais pontos que a maioria dos turistas só deixa para analisar e contratar após a rápida escolha do bilhete aéreo. Recomendo fortemente que abram a cidade a ser visitada no Google Maps. Analise os meios de transporte utilizando as ferramentas disponíveis, simule a ida de uma atração a outra e o tempo calculado que o aplicativo apresenta, além disso perceba se as linhas de ônibus e metrô se integram. Em alguns países não tem jeito, a melhor forma mesmo é a locação de carro com GPS. Exemplos: Orlando na Flórida, Los Angeles e San Diego na Califórnia. Já em alguns destinos é possível apenas utilizar o transporte público integrado, exemplos: Munique, Roma, Paris Londres e Nova York. Dica: em cidades em que o transporte público funcione bem escolha hotéis próximos as estações de metrô ou pontos de ônibus mesmo que custe 30 reais a mais pois vossa viagem será muito mais dinâmica e você conseguirá administrar melhor o tempo. Já em cidades que você precisará usar carro escolha opções de hotéis mais simples e com boa relação custo x benefício. Deixe o conforto para o carro que será locado.

5) Contratação de seguro viagem: Esse é um item de extrema importância. Possui um custo relativamente baixo quando comparado com todos os custos da viagem. O seguro viagem irá te proporcionar uma segurança indispensável e em alguns locais é serviço obrigatório, espaço Schengen por exemplo. Se comprares os bilhetes aéreos com um cartão de crédito MasterCard ou Visa na categoria Platinum ou superior é possível emitir o certificado de Seguro Viagem sem custos. Mas se não tiveres um cartão nesse patamar, não se preocupe é possível emitir de forma prática e tranquila o seguro viagem com a agência de turismo de vossa confiança e ou sites da Internet. O seguro caminha no sentido de justamente proteger o turista de imprevistos, acidentes e ou problemas de saúde no exterior. Escolha produtos em que o aviso do sinistro seja prático e fácil e escolha coberturas médicas coerentes com o histórico de saúde de cada viajante. Para a Europa o mínimo exigido de cobertura médica são 30 Mil Euros, mas se tiveres alguém no grupo com idade avançada e histórico de doenças crônicas é prudente escolher a cobertura de 100 Mil Euros.

6) Fazer um roteiro básico. O roteiro é importantíssimo em uma viagem, mas não pode ser carregado de compromissos e apertos logísticos. Então eu recomendo o seguinte: dividir em dias, atrações e períodos. Exemplo:


Dia 1) Chegada em Roma. Check-in hotel. Jantar na rua do hotel. Descansar.
Dia 2) Compra dos bilhetes de transporte. Manhã > Visita ao Coliseu > Piazza del Colosseo, 1, 00184 Roma RM, Itália > Meio Tarde> Visita a Fontana de Trevi > Piazza di Trevi, 00187 Roma RM, Itália> Jantar em algum restaurante típico nas redondezas.
Quando digo típico é aquele em que a população local come, não aqueles famosos pega – turistas que são caros e não oferecem a verdadeira comida típica. Pesquise e encontrarás.
Dia 3) Passeio ao centro usando transporte público. Tarde Livre.

Percebam que não coloco horários, prefiro períodos. Nesse ínterim você pode fazer amizade com outros turistas, reencontrar algum amigo, simplesmente ficar sentado em alguma praça famosa tomando um belo sorvete de pêssego (gelato di pesca) e observar o movimento e respirar o ar de um lugar de extrema importância histórica. Relaxe, respire, não precisa tirar 50 fotos, capture duas ou três, não recomendo utilizar smartphone por mais de 02 minutos, aproveite a viagem, sinta a energia do lugar, deixe teu cérebro gravar :as imagens, sons, cheiros e sensações. Te garanto que você irá relembrar com carinho.

Viajar é um presente especial que nos damos. É um momento importantíssimo para descansar, relaxar, conhecer novos lugares, população local e os respectivos hábitos. Existem pesquisas que revelam que nosso cérebro possui extrema dificuldade em relembrar tarefas cotidianas. Quem lembra com exatidão quantas provas de matemática fez? Quem lembra com precisão quantas vezes escovou os dentes ou saiu para trabalhar? Mas as mesmas pesquisas revelam que lembramos com carinho e emoção de: aniversários, comemorações familiares, nascimentos, animais de estimação e viagens marcantes. Espero ter elucidado algumas questões acerca do planejamento de viagens.

Até mais!
Wilian Delatorre – Delatorre Agência de Turismo.

Delatorre Agência de Turismo no Facebook

terça-feira, 15 de maio de 2018

Personalize sua viagem com a Delatorre Agência de Turismo

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Como emitir Seguro Viagem no Portal VISA

Olá pessoal !

Para a emissão do seguro viagem pago na íntegra com os cartões bandeira VISA é preciso acessar o Portal Visa Benefits.
Já adianto que o site é sofrível e alvo de muitas reclamações.

Portal VISA AXA

A cia. seguradora parceira no caso é a AXA.

É preciso fazer um cadastro no site e criar um login. Só após isso é possível emitir o certificado.


Preencha os dados , anote em um papel as 03 perguntas secretas e faça o login.
Depois vá até o Portal e escolha o tipo de cobertura que você precisa.


Preencha novamente vossos dados e dos familiares dependentes.

Eles enviam as apólices de seguro para o e-mail do titular.
Em relação ao Espaço Schengen ainda não encontrei nenhuma informação oficial se a VISA em parceia com a AIG emite o certificado.

Se eu descobrir, eu retorno e edito esse post.

É isso. Grande abraço a todos !

Como emitir Certificado Mastercad: Seguro Viagem e Espaço Schengen

Olá pessoal !

Hoje vou ensinar para vocês como clientes Mastercard Platinum ou Black podem emitir os certificados de Seguro Viagem e Carta Espaço Schengen para adentrar em territórios na Europa. (obrigatório). Acordo Schengen

Lembrando que apenas tem direito ao benefício clientes que PAGARAM na ÍNTEGRA os bilhetes aéreos com o respectivo cartão.
Para quem emitiu com milhas e deseja entrar na Europa é possível emitir a Carta Schengen mas para os EUA ou América Latina é recomendado emitir um seguro viagem com outra seguradora e viajar tranquilo.

Primeiro passo: Tenha em mãos seu cartão Mastercard Platinum ou Black.

Acesse o site : MASTERCARD AIG


Preencha os campos.
Primeira informação solicitada é a sequência numérica do cartão de crédito. Nesse momento eles irão informar se o cartão é elegível para o benefício.

Após o reconhecimento do cartão é hora de preencher os dados pessoais: Nome Completo, Endereço, CPF, e-mail, etc.


Quase no final dessa tela existe a possibilidade de agregar as informações do cônjuge e ou filhos. Segundo as regras filhos dependentes até 21 anos




Na próxima tela o sistema irá oferecer opções para impressão ou envio por e-mail. Escolha. Se for para impressão uma pasta ZIP será gerada e os certificados gerados em PDF. Tanto a apólice do Seguro Viagem como o Certificado de Espaço Schengen para adentrar aos países europeus signatários.


Modelo do Certificado do Seguro Viagem


Modelo do Certificado Espaço Schengen


Pronto. Já podes viajar tranquilo.
Em breve ensinarei o passo a passo com cartões da Bandeira Visa.

Até.



sexta-feira, 13 de abril de 2018

quarta-feira, 24 de maio de 2017

terça-feira, 21 de março de 2017

Voltando ao Brasil



Antes de partir de Los Angeles, um destino espetacular, onde já estivemos em 3 ocasiões, vamos ouvir este cantor de vocais de grandes astros americanos que levantou o público com sua interpretação.
Los Angeles, Londres, Sydney, Paris, NYC, etc são destinos para muitas viagens e sempre com novas e maravilhosas atrações. Os inconvenientes de Beverly Hills seriam o valor das diárias da rede hoteleira acima da média mundial, mas comparável com NYC, Paris, Londres, etc. e o transito que requer planejamento onde você tem nítido benefício trafegando no contra fluxo. Excluído estes fatos o destino encanta.
Era hora de iniciarmos os preparativos para a partida. Fizemos as malas, checamos o tempo de transfer até LAX pela manhã que seria de 40min. Há anos o aeroporto internacional está em obras no seu entorno. Os terminais vão do 1 ao 7. A entrada única pelo terminal 1 e assim sucessivamente. Acrescente, em média 10 min. no tempo de acessar a posição de check in para cada aumento no número do seu terminal! Isto implica em grande variação no tempo para iniciar sua ida rumo a LAX.
Pegamos a BMW X5 e fomos até a Sixt no aeroporto. Era madrugada e na devolução você deixa a chave no para-brisa do carro e bye, bye.... Ninguém está lá para lhe dar um recibo da entrega, etc. Imaginem se não tivesse exigido que constasse no contrato os danos ao veículo? Ficaria totalmente a mercê do desejo do funcionário da Sixt. Chovia pouco nesse momento e fomos com as malas ao Shuttle da Sixt que nos levaria ao terminal. O motorista, um mexicano, colocou um enorme cartaz em inglês> gorjetas são muito bem-vindas! Confesso que achei constrangedor, mas mesmo assim o remunerei.
Chegamos ao terminal 2 onde partiríamos com um 787-8 da Avianca até Bogotá, em classe executiva, e de lá rumo a São Paulo.
O terminal 2 as 6 am. têm grande movimento. O público do voo chama atenção pela pobreza se comparados a outros voos que fizemos. Como nos latinos somos pobres frente a outros povos!



A saudade começava a bater. Era hora de voltarmos. Fomos ao check in da Avianca. Nesse terminal a Avianca utiliza o Maple Leaf Lounge da Air Canada. Foi com certeza o pior longe que conheci da Air Canada. Mobiliário velho, catering modesto para o nível da Air Canada (sempre muito bom). Fomos ao portão de embarque, num canto bem acanhado onde todos se amontoavam.


Feito o embarque fomos a nossa poltrona. Flat bed! HORROROSA, ridícula. Parece que o 787 não tem minha aprovação em poltronas. O 789 da LATAM e HORROROSO e o da Avianca também. O visual da cabine da executiva está muito modesto, antigo em alguns aspectos.


Mas o pior estava por vir. Veja o foot rest como está apertado! Você não consegue dormir pois seus pês mal cabem no local. Não adianta ser flat bed e o foot rest tão exíguo que seu pé não cabe! Esse mesmo maldito assento eu encontrei no A 340-600 num voo da Iberia. Total engodo! Nada de executiva.
A nécessaire fornecida bem básica, com design da Tumi. Espumante somente após usar pasta dentifrícia no toilete. Nada. O catering do voo foi seguramente dos piores que já tive, comparável aos medíocres da United, American,.....
Conseguiram nos servir de sobremesa um Pudim que tinha gosto de ervilha, ou seja, gosto de nada!
Se você tem expectativas com o 787 da Avianca, esqueça!
Chegamos ao aeroporto Eldorado de Bogotá no início da noite.


Esta foto mostra e precariedade do lounge MUNDIAL da Avianca em Bogotá. Sinceramente, ele disputa com os da United, Gol, .... entre os piores do mundo.
AVIANCA, total decepção!



Saímos do lounge e fomos ao gate para pegar o último voo num A330-200 da Avianca rumo a GRU. Diante mão já sabia que o assento seria o antigo recliner, com aeronave necessitando de retrofit. Em termos de cabine a Avianca está ultrapassada e mesmo os 767 da AIR CANADA retrofitados há 10 anos são muito superiores a todas as cabines de todos os aviões da AVIANCA.
O serviço da Avianca na classe executiva desse voo foi a tão medíocre como no voo anterior. Se aprecia qualidade Avianca está descartada em tudo.
Chegamos a Guarulhos no terminal 2. No início da manhã o terminal estava tranquilo e junto chegou um voo da Delta onde os passageiros foram em massa desviados para uma fiscalização mais detalhada.
No nosso caro duty free comprei somente bebida e fomos ao estacionamento. Parecia que terminava aqui nossa viagem. Ledo engano!
Estava no Brasil já há uns 10 dias quando a Europcar debitou no meu cartão sem minha autorização o equivalente a 80 USD. O debito foi lançado sem uso de senha pessoal! Estornei o valor, mas para isso tive que cancelar o cartão. Isso causou-me inúmeros transtornos, pois fiquei 10 dias uteis sem cartão, até a chegada do novo.
Passaram mais um 15 dias e recebo da Europcar uma correspondência onde informam que uma pistola de laser na ilha norte acusou excesso de velocidade em 5 km/h acima do limite e por isso fui brindado com mais, mais uma multa! e com taxa para o pagamento dessa multa o que totalizava o valor acima.
Fiquei na dúvida se ainda tomaria mais alguma multa na vida! Foram tantas! Eu não acreditava que isso aconteceu! Enfim, vivendo e aprendendo!

Agora, novamente no cotidiano vamos ver para onde iremos, mas Nova Zelândia não entrara nos planos facilmente. Etihad me aguarde!